Esse blog (?) já teve muitas versões. Já foi um Tumblr com imagens e quase nenhum texto. Depois tive a iludida ambição de transformá-lo em um (dois, na verdade) site bilíngue com publicações diárias. Óbvio que nesse ritmo a faceta durou pouco, de janeiro a setembro de 2015.

O que foi aumentando gradativamente foi a vontade de conversar sobre as coisas aprendidas durante a longa apuração necessária pra descobrir alguma coisa – qualquer coisa – sobre a capa. Um designer, um nome de fotógrafa, quem fez essa ilustração. Isso também mudou pouco: não é todo artista que dá o crédito a toda a equipe de criação de suas capas e identidade; e a satisfação é enorme quando um artista o faz.

O que também mudou e continua mudando foi a nossa relação com esse arquivo. Quando cover.jpg recebeu seu primeiro post, em 19 de maio de 2011, boa parte dos arquivos vinham dos arquivos cover.jpg, folder.jpg e front.jpg da minha própria pasta de mp3, ou da minha ‘coleção’ digital, uma pasta com milhares de capas que comecei a coletar por aí. Hoje, 1400 posts depois, ficam evidentes certas mudanças e certas retomadas no valor deste trabalho, motivadas pelos serviços de streaming, pelas redes sociais de imagens, pela natureza do nosso tempo, por outras razões…

Depois de quase dois anos sem entrar no blog, veio a pandemia de 2020 e eu entendi que 1400 posts era coisa demais para se jogar fora. Era fruto de muitas horas de trabalho, mesmo não remunerado. Cada post aqui reflete um pouco da minha trajetória como profissional da comunicação, da minha paixão pela música e seu universo.

E aí veio a empreitada de reorganizar todo esse material, fazendo necessárias atualizações e correções. Resolvi dar preferência aos posts em português, por isso os posts em inglês foram traduzidos ou apagados. Todas as imagens foram atualizadas por versões com maior resolução. As tags foram atualizadas, incluindo mais alguns aspectos, como a técnica empregada (quando há crédito), o estado de origem do artista brasileiro (para servir de estímulo à pesquisa de capas de fora do eixo RJ-SP). Os posts mais antigos, basicamente imagens com o nome do disco, foram mantidos, apenas quando não veio uma versão mais recente e mais completa. Aos poucos todo esse material será atualizado.

Há várias maneiras possíveis de navegar por aqui: pelas capas do dia, seção rápida que privilegia o disco e os singles, os créditos existentes; pelas conversas, textos de maior fôlego onde tomo licença para fazer análises e associações; e pelas capas do brasil, que podem ser textões ou só uma imagem (capa do dia), dependendo da quantidade de informação.

Esta versão do cover.jpg que você acessa é fruto desse trabalho, feito em colaboração com o designer Paulo Borges. É dele a nova identidade e o novo site. O site anterior foi feito por mim, no Tumblr, fuçando e errando muito. E a identidade anterior, criada pelo Fred Bottrel, é esta aqui que encerra (ou retoma) essa conversa.

Show CommentsClose Comments

Leave a comment